Fisioterapia

Especialidade

Entenda sobre a Fisioterapia

O Fisioterapeuta atua nas diversas áreas da ortopedia e traumatologia para tratar e prevenir as disfunções da estrutura do corpo causadas por acidentes, vícios de postura ou má-formação.

O profissional aplica técnicas próprias da fisioterapia e orienta o paciente de forma a melhorar o quadro de dor ou de incapacitação. Tais técnicas implicam em trabalhar com calor, massagens, movimentos biomecânicos, alongamentos, ultrassom, correntes eletromagnéticas, entre outros.

O Fisioterapeuta é capacitado a diagnosticar disfunções, avaliar, reavaliar, prescrever (tratamento fisioterapêutico), emitir prognóstico, elaborar projetos de intervenção e decidir pela alta fisioterapêutica.

Fisioterapia é a ciência que estuda, diagnostica, previne e recupera pacientes com distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano. Trabalha com doenças geradas por alterações genéticas, traumas ou enfermidades adquiridas.

O objetivo desta área é preservar, manter, desenvolver ou restaurar (reabilitação) a integridade de órgãos, sistemas ou funções. Utiliza-se de conhecimento e recursos próprios como parte do processo terapêutico nas condições psico-físico-social para promover melhoria de qualidade de vida.

O atendimento com o Fisioterapeuta é indicado na reabilitação de lesão do sistema músculo-esquelético decorrentes de doenças reumatológicas, ortopédicas, reabilitação de problemas neurológicos, cardíacos, respiratórios, ginecológicos. Não há quase contra-indicações, uma vez que podemos adequar exercícios passivos ou ativos de acordo com fase da doença, avaliando a necessidade da utilização ou não de outro recurso.

Até mesmo na fase aguda de algumas doenças, a fisioterapia convencional tem o papel de dar orientações posturais, ergonômicas e de atividades de vida diária prevenindo futuras lesões.

  • Cinesioterapia: Realizada por meio de alongamentos, mobilizações e fortalecimento. A cinesioterapia utiliza o próprio movimento do corpo.
  • Crioterapia: Usa-se o frio como tratamento.
  • Eletroterapia: O tratamento que utiliza a corrente elétrica, a aplicação da eletroterapia pode variar de intensidade e frequência. O tratamento funciona, pois proporciona analgesia, excitação neuromuscular, regeneração de tecidos, dentre outros.
  • Fototerapia: Utiliza a luz no tratamento, por exemplo, infravermelho e laser.
  • Hidroterapia: Exercícios realizados na água, fria ou morna.
  • Massoterapia: Massagens realizadas por meio de drenagens linfáticas, massagens clássicas e reflexas. Este tratamento proporciona relaxamento muscular e drenagem dos membros.
  • Fisioterapia Respiratória: Realizada em pacientes com problemas respiratórios.

Para que o paciente tenha bons resultados com o atendimento fisioterapêutico é fundamental que ocorra uma avaliação completa, onde será possível diagnosticar o ponto da dor e sua provável causa.

Nossos profissionais se dedica em aliviar a dor e gerar qualidade de vida, para cultivar sorrisos de satisfação. O fisioterapeuta recebe nossos pacientes, acompanha, escuta e trata todos com profissionalismo e carinho. Priorizamos vários detalhes desde o espaço físico, a higiene, os equipamentos.

Benefícios do atendimento com o fisioterapeuta: alívio da dor, reequilíbrio muscular, melhora da amplitude de movimento articular e melhora da postura.

O diagnóstico se inicia com a formulação de uma pergunta sobre a queixa principal do paciente, exame e avaliação. Em seguida, o fisioterapeuta determinará o prognóstico, ou seja, a determinação do progresso possível de ser atingido pelo paciente e o tempo para a execução do plano terapêutico, que corresponde à intervenção qualificada por métodos e técnicas fisioterapêuticos.

Então, ao término de cada sessão ou período de tratamento o profissional submeterá esta aplicação à verificação da eficácia e eficiência dos recursos terapêuticos utilizados para alcançar o resultado esperado.

Agende sua Consulta

//

Perguntas Frequentes

Preciso ir ao médico antes de ir ao Fisioterapeuta?

Não, você pode se encaminhar direto a um Fisioterapeuta, você pode se encaminhar direto a ele, pois a Fisioterapia é uma profissão independente, portanto não necessita de aval de nenhum outro profissional para atuar. Além disso, o Fisioterapeuta tem formação suficiente para identificar, diagnosticar e tratar disfunções do sistema músculo-esquelético, caso haja contra indicação ao tratamento ou dificuldade de diagnóstico fisioterapêutico, o fisioterapeuta tem a obrigação de encaminhar para ao especialista mais indicado para realizar o tratamento adequado.

Quando a Fisioterapia é necessária?

O fisioterapeuta atua em todas as situações onde haja necessidade de prevenir disfunções ou recuperar funções do corpo, avaliando, prescrevendo e executando as técnicas fisioterápicas. Os principais casos em que a fisioterapia é necessária são: nas disfunções respiratórias, posturais, ortopédicas, desportivas, neurológicas, reumatológicas, cardíacas e nas alterações da pele e do tecido subcutâneo.

A Fisioterapia pode provocar dor?

Em algumas situações sim, porém, o fisioterapeuta experiente saberá dosar a intensidade dos exercícios com o paciente. Ainda assim, medicação para o controle da dor poderá ser administrada com o consentimento do médico.

Por quanto tempo o paciente necessitará de fisioterapia?

O tempo pode variar de acordo com o paciente. Assim que não tiver mais nenhuma indicação para a continuidade do atendimento, poderá receber alta da fisioterapia e será devidamente orientado. Nem sempre a alta da fisioterapia coincide com a alta médica

Como a fisioterapia pode ajudar no tratamento de doenças respiratórias?

A fisioterapia pode prevenir complicações como infecções ou aceleramento da doença. O tratamento tem por objetivo a higiene das vias aéreas com exercícios para eliminar secreção, melhorando a capacidade respiratória do indivíduo e seu bem estar geral. Os exercícios também visam trabalhar a força e resistência da musculatura respiratória, melhorar a postura do paciente otimizando a função de todo o aparelho pulmonar e estimular uma reabilitação ampla de todos os aspectos físicos, sociais e emocionais do paciente, para que o mesmo retorne à sua vida normal com qualidade e independência.

Como a fisioterapia pode ajudar no tratamento de doenças cardíacas?

A fisioterapia deve ser incorporada num programa de tratamento médico o quão precoce possível. O cardiopata, que usualmente apresenta maus hábitos de vida, deverá receber orientações comportamentais para melhorar sua qualidade de vida. Exercícios físicos dentro dos seus limites de saúde, irão otimizar o sistema cardiovascular e progressivamente a resistência para executar as atividades diárias.

O que é Fisioterapia Desportiva?

Tratamento e prevenção de lesões associadas ao esporte. Indicada no caso de atletas profissionais e/ou recreacionais, com o objetivo de melhorar o rendimento ou voltar ao esporte sem dor e riscos de lesões.

WhatsApp chat