Psicologia

Especialidade

Entenda sobre a Psicologia

O psicólogo estuda os fenômenos psíquicos e de comportamento do ser humano por intermédio da análise de suas emoções, suas ideias e seus valores. Ele diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Ele observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente e procura ajudá-lo a identificar as causas dos problemas e a rever comportamentos inadequados.

Este profissional atua em consultórios, em hospitais e nas mais variadas instituições de saúde, contribuindo para a recuperação da saúde psicológica e física das pessoas. Em escolas, colabora na orientação educacional.

É necessário registrar-se no Conselho Regional de Psicologia para exercer a profissão.

A função do psicólogo é tentar compreender o papel das funções mentais no comportamento individual e social, estudando também os processos fisiológicos e biológicos que acompanham os comportamentos e funções cognitivas.

Este profissional explora conceitos como percepção, cognição, atenção, emoção, Inteligência, fenomenologia, motivação, funcionamento do cérebro humano, personalidade, comportamento, relacionamentos interpessoais, incluindo resiliência, entre outras áreas.

Quando algumas coisas parecem não se “encaixarem” muito bem em sua vida, pode ser o caso de você considerar a ajuda de um profissional. Procurar um especialista em saúde mental hoje ainda continua sendo um tabu, e somente quando se acredita ter algum transtorno grave que a pessoa busca ajuda profissional. Isso deve ser transformado, sendo essencial procurar ajuda para manter o equilíbrio entre a saúde física e mental.

Alguns casos em que ajuda de um Psicólogo é importante:

Ideias e sentimentos negativos: Quando não acreditamos em nós mesmos, deixando a solidão, tristeza, medos e baixo autoestima estar presente em nossa vida, isso afeta nosso cotidiano, comprometendo nossa vida ao todo.

Abuso de substâncias: O psicólogo pode ajudá-lo em situações como o uso excessivo de drogas, álcool, tabaco ou qualquer substância que afete nosso corpo.

Eventos e perdas traumáticas: A perda de um parente querido pode causar sérios problemas emocionais, o profissional ajuda o indivíduo a encontrar o equilíbrio emocional e superar a perda.

Mudanças de atitudes repentinas: Pessoas com mudanças de humor constantes, isolamento injustificado e comportamentos problemáticos devem procurar ajuda de um profissional.

É extremamente importante buscar ajuda de um psicólogo quando observarmos algum destes sintomas:

Depressão – Os Sintomas mais frequentes são: tristeza, desânimo, perda de motivação, aumento da dependência, sentimentos de culpa, vergonha, dificuldade de concentração e memória, pessimismo, passividade, dificuldade nos vínculos sociais, distúrbios sexuais, do sono e do apetite.

Pânico – Os Sintomas mais frequentes são: pensamentos exagerados sobre perigos, sensação de tontura, falta de ar, palpitação, tremor, perda de foco visual, formigamento, dor no peito, sudorese, náuseas, desconforto abdominal, calafrios, ondas de calor, boca seca, medo extremado de entrar em colapso, de desmaiar, de perder o controle, de enlouquecer ou morrer, gerando intensa ansiedade.

Ansiedade – Os Sintomas mais frequentes são: preocupação excessiva, irritabilidade, inquietação, dificuldade em concentrar-se, fadiga, alteração do sono.

Trauma – Os Sintomas mais frequentes são: aceleração cardíaca, suor excessivo, raiva, medo, confusão, desconfiança, ataque de pânico, fadiga, desconexão, depressão.

Fobia Social – Os Sintomas mais frequentes são: Dificuldade de se expor em público e ficar em evidência, gerando constrangimento e ansiedade, o que afeta a auto-estima, a vida social, os relacionamentos amorosos, a vida profissional, podendo levar ao isolamento ou à redução dos relacionamentos.

Buscar ajuda profissional é essencial pois no começo da terapia o paciente começa a acessar recursos antes inimagináveis, que estão, na realidade dentro de si mesmo. Aprende a livrar-se de sofrimentos desnecessários e a lidar com as dificuldades que surgem ao longo da vida.

Os resultados da terapia são sentidos a curto prazo com a eliminação dos sintomas desagradáveis. Já a médio e longo prazos, o indivíduo sente o prazer de se conhecer melhor, investe no próprio autodesenvolvimento, aumenta sua capacidade de reflexão e auto-análise.

A avaliação psicológica é um procedimento clínico que envolve princípios teóricos, métodos e técnicas de investigação tanto da personalidade como de outras funções cognitivas, tais como: entrevista e observações clínicas, testes psicológicos, técnicas projetivas e outros procedimentos de investigação clínica, como jogos, desenhos, o contar estórias, o brincar etc.

A escolha das estratégias e dos instrumentos empregados é feita sempre de acordo com o referencial teórico, o objetivo e a finalidade (diagnóstico, indicação de tratamento e/ou prevenção).

Agende sua Consulta

//

Perguntas Frequentes

Quando ir ao psicólogo?

O indicado é quando sentir-se em situações em que não souber resolver certos problemas e em que as emoções estão mais fortes do que podemos suportar.

A Psicologia está em todos os lugares?

Sim. A Psicologia está em todos os lugares, desde a formulação de métodos de ensino mais eficazes baseados em psicologia da aprendizagem até na organização dos produtos em supermercados e a elaboração de comerciais de produtos que se baseiam em psicologia do marketing.

O que faz um psicólogo?

Um psicólogo possui uma combinação única de métodos científicos, em conjunto com competências e experiência de trabalho com pessoas que apresentam problemas na vida real. Os psicólogos estudam a ciência do comportamento humano e aplicam este conhecimento no seu contexto profissional.

O que é o divã?

Divã é basicamente um sofá sem encosto de origem turca, entrou para o conhecimento popular como o principal utensílio da psicanálise.

A psicologia é uma ciência?

Sim a Psicologia é uma ciência e, portanto, o conhecimento produzido na Psicologia é obtido com base no método científico.

WhatsApp chat