Otorrinolaringologia

Especialidade

Entenda sobre a Acupuntura

A otorrinolaringologia, também chamada e conhecida como, otorrino, é uma das especialidades médicas mais completas do segmento devido a grande área que trata, pesquisa e acompanha.

Os profissionais tratam problemas como: infecções e inflamações das vias aéreas, distúrbios digestivos, da fala, audição, cefaléias (dores de cabeça), tonturas, zumbidos, tosse, trauma facial, e ainda com possibilidade de exercer a terapia especializada em radiologia, endoscopia, cirurgias no segmento cérvido-facial e eletrofisiologia.

Reconhecidos desde o final do século XIX, no Brasil, considerava-se o médico otorrino, aquele especialista que estudava, prevenia, tratava e fazia manutenção, ou procedimentos cirúrgicos do conjunto: ouvido, nariz e garganta e de suas respectivas estruturas, ele compreendia ainda de reabilitação auditiva, audiologia clínica, cirurgia cérvico facial e plástica.

Porém, com o passar dos anos o especialista, brigou para reconquistar espaços importantes da sua atividade profissional, pois formaram-se novas especialidades e carreiras relacionadas à otorrinolaringologia, as quais buscaram também o seu lugar no mercado.

Para saber quando procurar um otorrinolaringologista, é preciso atentar-se a alguns sinais e sintomas que o corpo costuma manifestar. Muitas vezes, eles surgem de forma sutil, podendo se agravar com o decorrer do tempo. São eles:

  • rouquidão (disfonia);
  • ronco;
  • dor de ouvido;
  • dor de garganta;
  • sangramento no ouvido;
  • tontura;
  • zumbido;
  • secreção no ouvido (otorreia);
  • dificuldade auditiva/surdez;
  • sangramento nasal;
  • dor na face;
  • dor de cabeça (cefaleia);
  • obstrução nasal;
  • visão embaçada ou escurecida;
  • alergia das vias respiratórias;
  • tosse;
  • pigarros, entre outros.

Dentre tantos sintomas tratados pelo profissional otorrinolaringologista segue alguns:

  • Apneia do Sono
  • Dacriocistite
  • Dor de Ouvido
  • Perda Auditiva
  • Refluxo e Engasgos
  • Rinite
  • Ronco
  • Rouquidão
  • Sinusite
  • Tontura
  • Vertigem
  • Labirintite
  • Zumbido

A avaliação do otorrino é de suma importância para o diagnóstico correto e o tratamento das afecções. O tratamento depende de cada caso, podendo ser cirúrgico ou clínico. As principais doenças diagnosticadas pelo otorrinolaringologista são:

  • sinusites;
  • rinites;
  • alterações das cordas vocais;
  • distúrbios de deglutição;
  • paralisia facial;
  • desvio do septo nasal;
  • surdez;
  • otites;
  • perfuração do tímpano;
  • labirintite;
  • amigdalite;
  • faringite;
  • adenoides e amígdalas aumentadas;
  • distúrbios do sono;
  • polipose nasal, entre outras.

Agende sua Consulta

//

Perguntas Frequentes

Como tratar a rinite alérgica?

O tratamento da rinite alérgica não deve ser realizado apenas nos momentos de crise, mas sim de maneira profilática, visando o restabelecimento das funções nasais.

As medidas de higiene nasal, controle ambiental, farmacologia e imunoterapia são os pilares do tratamento da rinite alérgica.

Os tratamento farmacológico é realizado através do uso de anti-histamínicos, descongestionantes tópicos e sistêmicos e anti-inflamatórios.

Por que as pessoas podem apresentar obstrução nasal?

A obstrução nasal é consequência da redução do fluxo de ar desde as narinas até a rinofaringe, causada por diversos fatores, como fatores inflamatórios, infecciosos, anatômicos, neoplásicos ou até mesmo por meio de algum corpo estranho. Porem a falta de estruturas intra nasais decorrentes de cirurgias iatrogênicas, como por exemplo na remoção total das conchas nasais, pode ser a causa da obstrução nasal.

É normal respirar por um só lado do nariz?

Não, provavelmente você tem algum tipo de obstrução na narina que não consegue respirar, deve procurar um médico otorrinolaringologista para examinar suas narinas e realizar o tratamento adequado para seu caso.

Quem tem desvio de septo precisa operar nariz?

Não necessariamente, uma grande parte da população apresenta desvio de septo nasal (aproximadamente 65% da população), mas se a pessoa não apresenta dificuldade respiratória, nem problemas inflamatórios nasais (tais como rinites, rinossinusites), não há necessidade cirúrgica.

WhatsApp chat